8 de mai de 2008

Como fazer reportagem - trabalho de campo, parte 1

Requisitos

.Um bom par de sapatos: não economizar nas botas.

.Caderno de anotações: ter sempre uma caderneta onde anotar dados, observações, modos de dizer e onde transcrever declarações e eventuais entrevistas.

.Disponibilidade para mudar de idéia: estar preparado para rever opiniões baseadas em leituras e expectativas.

Viajar

.Não desanimar: não se deixar vencer pelas dificuldades iniciais e pelo medo do imprevisto.

.Não planejar demais: às vezes, deixar nas mãos do acaso pode revelar-se útil, principalmente se o lugar é desconhecido.

.Aceitar convites: ir a almoços, observar a arrumação da mesa e a comida, ouvir as falas dos convidados e participar da conversação.

.Caminhar: passear sozinho ou acompanhado, para refletir e ver as coisas com distanciamento.

.Olhar ao redor: durante o percurso, observar com atenção.

.Fazer excursões: viajar a pé, acompanhado, seguindo percursos fora de mão.

.Fazer-se acompanhar: aceitar a ajuda de quem pode servir de mediador, principalmente quando faltam a força ou a possibilidade de fazê-lo por si mesmo.

.Desenvolver atividades práticas: fazer alguma coisa como passatempo ou, se houver oportunidade, executar um trabalho conhecido pode ajudar na observação.

.Participar de festas: observar preparativos, rituais e participantes; apreender a ambiência.

.Assistir a um casamento: observar as vestimentas, idades, rituais, conversas e papéis sociais; adivinhar sentimentos.

.Visitar cemitérios: observar túmulos e cruzes, anotar as inscrições, assistir a um enterro.

.Mudar de lugar: para vencer o cansaço da pesquisa, deslocar-se para outra parte.